Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Gipsy spell’ Category



 


 

 


 

 

Segue um artigo maravilhoso, de autor desconhecido, que nos mostra o que é ser a Senhora Guardiã Pomba Gira:

SER GUARDIÃ POMBA GIRA…
• Ser Guardiã Pomba Gira é viver mil vezes em apenas uma vida, é lutar por causas perdidas e sempre sair vencedora, é estar antes do ontem e depois do amanhã, é desconhecer a palavra recompensa apesar dos seus atos.
• Ser Guardiã Pomba Gira é caminhar na dúvida cheia de certezas, é correr atrás das nuvens num dia de sol e alcançar o sol num dia de chuva.
• Ser Guardiã Guardiã Pomba Gira é chorar de alegria e muitas vezes sorrir com tristeza, é cancelar sonhos em prol de terceiros, é acreditar quando ninguém mais acredita, é esperar quando ninguém mais espera.
• Ser Guardiã Pomba Gira é identificar um sorriso triste e uma lágrima falsa, é ser enganada e sempre dar mais uma chance, é cair no fundo do poço e emergir sem ajuda.
• Ser Guardiã Pomba Gira é estar em mil lugares de uma só vez, é fazer mil papéis ao mesmo tempo, é ser forte e fingir que é frágil pra ter um carinho.
• Ser Guardiã Pomba Gira é se perder em palavras e depois perceber que se encontrou nelas; é distribuir emoções que nem sempre são captadas.
• Ser Guardiã Pomba Gira é comprar, emprestar, alugar, vender sentimentos, mas jamais dever, é construir castelos na areia, vê-los desmoronados pelas águas e ainda assim amá-las.
• Ser Guardiã Pomba Gira é saber dar o perdão, é tentar recuperar o irrecuperável, é entender o que ninguém mais conseguiu desvendar.
• Ser Guardiã Pomba Gira é estender a mão a quem ainda não pediu, é doar o que ainda não foi solicitado.
• Ser Guardiã Pomba Gira é não ter vergonha de chorar por amor, é saber a hora certa do fim, é esperar sempre por um recomeço.
• Ser Guardiã Pomba Gira é ter a arrogância de viver apesar dos dissabores, das desilusões, das traições e das decepções.
• Ser Guardiã Pomba Gira é ser mãe dos seus filhos e dos filhos dos outros e amá-los igualmente.
• Ser Guardiã Pomba Gira é ter confiança no amanhã e aceitação pelo ontem, é desbravar caminhos difíceis em instantes inoportunos e fincar a bandeira da conquista.
• Ser Guardiã Pomba Gira é entender as fases da lua por ter suas própria fases. É ser “nova” quando o coração está a espera do amor, ser “crescente” quando o coração está se enchendo de amor, ser “cheia” quando ele já está transbordando de tanto amor e “minguante” quando esse amor vai embora.
• Ser Guardiã Pomba Gira é hospedar dentro de si o sentimento de perdão, é voltar no tempo todos os dias e viver por poucos instantes coisas que nunca ficaram esquecidas.
• Ser Guardiã Pomba Gira é cicatrizar feridas de outros e inúmeras vezes deixar as suas próprias feridas sangrando.
• Ser Guardiã Pomba Gira é ser princesa aos 20, rainha aos 30, imperatriz aos 40 e especial a vida toda.
• Ser Guardiã Pomba Gira é conseguir encontrar uma flor no deserto, água na seca e labaredas no mar.
• Ser Guardiã Pomba Gira é chorar calada as dores do mundo e em apenas um segundo já estar sorrindo.
• Ser Guardiã Pomba Gira é subir degraus e se os tiver que descer não precisar de ajuda, é tropeçar, cair e voltar a andar.
• Ser Guardiã Pomba Gira é saber ser super-homem quando o sol nasce e virar cinderela quando a noite chega.
• Ser Guardiã Pomba Gira é acima de tudo um estado de espírito, é ter dentro de si um tesouro escondido e ainda assim dividi-lo com o mundo.

Fonte: livro: Exus e Pomba Gira na Umbanda – Simbolismo e Função – Autoria do Pai Juruá.

 

 

 

 

 

Read Full Post »

 



210.2.1 – CARTOMANCIA

CARTAS COMUNS

Poucos sabem mas as cartas normais que são usadas nos jogos populares, como a “sueca”, também são usadas para práticas divinatórias.

0 descobrimento da gravação em madeira propagou por toda a Europa os jogos de cartas. Existem métodos inumeráveis para se lerem as cartas, mas citaremos apenas os mais comuns; para este jogo adivinhatório utilizam-se 32 cartas que são: ás, rei, valete, dama, dez, nove, oito e sete nos naipes de ouros, copas, espadas e paus.

 

NAIPE DE OUROS:

Ás: gozo, dinheiro, êxito e boas notícias, quando na posição certa; ao revés, gozo de curta duração.

Rei: homem leal e potente; ao revês, homem de boa vontade, mas cheio de contrariedades.

Dama: mulher honrada, amorosa e suscetível; ao revés, mulher zelosa e muito cortesã.

Valete: enamorado e galanteador; ao revés, embusteiro.

Dez: fortuna, êxito e honras; ao revés, debilidade.

Nove: dinheiro inesperado e triunfo amoroso; ao revés, presente de pouca importância.

Oito: solução vantajosa; ao revés, dificuldades nos empreendimentos.

Sete: amores contrariados, cobrança de uma conta esquecida; ao revés, pequeno débito coberto.

 

NAIPE DE COPAS:

Ás: carta amorosa e notícia satisfatória; ao revés, visita de amigo.

Rei: homem franco e leal; ao revés, homem avarento e obstáculo imprevisto.

Dama: mulher amorosa; ao revés, mulher que oferece obstáculos a um casamento.

Valete: militar, ou jovem alegre e simpático; ao revés, militar zeloso ou rejeitado.

Dez: gozo, triunfo, surpresa; ao revés, ligeira inquietação. Nove: êxito e satisfação; ao revés, temor pássaro.

Oito: triunfo no amor; ao revés, indiferença.

Sete: matrimônio e paz no coração; ao revés, angústias.

 

NAIPE DE ESPADAS:

Ás: carta ou notícia próxima; ao revés, notícia desagradável.

Rei: militar ou camponês perigoso; ao revés, perigo iminente, discussão com amigo.

Dama: camponesa maledicente; ao revés, danos produzidos por calúnia.

Valete: notícias mal interpretadas por um mau servidor ou militar de má conduta; ao revés, más notícias.

Dez: viagem; ao revés, má viagem.

Nove: atraso e contrariedade; ao revés, distúrbios amorosos ou de família.

Oito: proteção, êxito nos amores; ao revés, intentona inútil.

Sete: boa notícia; ao revés, tagarelice de criança.

a.



 

NAIPE DE PAUS:

Ás: triunfo e prazer; ao revés, tristeza e má notícia.

Rei: homem perverso ou magistrado venal; ao revés, impotência do malvado, processo perdido.

Dama: viúva ou mulher abandonada; ao revés, mulher perigosa e equívoca que deseja casar-se novamente.

Valete: jovem de má conduta; ao revés, jovem que medita uma traição.

Dez: empresa fracassada, prisão ou desgraça; ao revés, prisão passageira ou de pouca duração.

Nove: atraso, obstáculo, morte; ao revés, perda de um parente.

Oito: doença próxima, má notícia; ao revés, matrimônio fracassado.

Sete: penas de pouca duração; ao revés, intriga sem importância.

 

Alguns estudiosos do tema consideram que os quatro naipes também podem ser associados aos períodos de um dia ou de uma vida, sendo atribuída a cada um deles a regência de ¼ dessas extensões do tempo. O ás de cada naipe rege a primeira semana da estação do ano a ela relacionada. O rei tem a segunda semana sob sua influência, seguida pela dama, que rege a terceira. As regências se sucedem na ordem decrescente, até o dois, que domina a última semana da estação.

Elementos – Os naipes representam os quatro elementos da natureza e os signos zodiacais a eles relacionados. Ouros, por exemplo, estão ligados ao ar (signos de Gêmeos, Libra e Aquário); Paus, ao fogo (Áries, Leão e Sagitário); Copas, à água (Câncer, Escorpião e Peixes); Espadas, à terra (Touro, Virgem e Capricórnio). Também estão associados à classificação estabelecida por filósofos a Antiguidade quanto à natureza humana: colérico, sanguíneo, fleumático e melancólico (hoje em dia, respectivamente, inteligência, intuição, compaixão e depressão).

Dualidade – cartas vermelhas e pretas – As cartas vermelhas são geralmente associadas às características femininas, passivas, yin; as pretas relacionam-se, em geral, às características, masculinas, ativas, yang.
http://www.terra.com.br/planetanaweb/flash/guiacosmico/futurama/cartas2.htm

 

Read Full Post »

Autor do texto: Ana Luiza Barbosa de Oliveira.


Introdução

O termo radioestesia (ou em inglês, dowsing) vem do latim radius, radiações, e do grego aesthesis, sensibilidade, ou seja, radioestesia significa literalmente sensibilidade a radiações.

Os chamados radioestesistas alegam ser capazes de captar radiações de diversas origens, incluindo objetos inanimados (águas subterrâneas, metais preciosos,etc), seres vivos (pessoas e seus órgãos internos), e até mesmo de espíritos. Mais que isso, alegam também poder analisar estas radiações, de forma a atribuir-lhes uma qualidade positiva (benéfica) ou negativa (prejudicial).


Técnicas de radioestesia são largamente empregadas em pseudociências ou outras atividades associadas a fenômenos “paranormais”.


As alegações dos radioestesistas:

  • A lista de utilidades da radioestesia é impressionante. Segundo os radioestesistas, sua técnica pode ser empregada para:
    pesquisa, detecção e tratamento de doenças;

  • prospecção de veios d’água subterrâneos (perfuração de poços artesianos);

  • prospecção de jazidas de pedras preciosas e de metais (ouro, prata,platina, etc.);

  • detecção de ondas nocivas, tais como: linhas Hartmann e linhas Curry (supostos campos de energia existentes na superfície da Terra);

  •  correntes de água subterrâneas; condutos de água contaminada, isto é, esgotos; jazidas de metais nocivos à saúde (por exemplo, cobre e mercúrio, etc.);

  • antigos cemitérios, depósitos de lixo, locais de antigas prisões, hospitais, manicômios, etc.; falhas geológicas no terreno; identificação de locais onde houve grandes morticínios de pessoas (guerras, chacinas, etc.);

  • locais de antigos abatedouros de animais; objetos (quadros, tapetes, cortinas, móveis, etc.) geradores de energias nocivas;

  • na construção civil: confecção de uma planta benéfica à saúde, escolha dos materiais a serem utilizados na construção (tijolos, azulejos, etc.), detecção do melhor ponto do terreno para a edificação, melhor localização dos cômodos (escritórios) para prosperidade material e harmonia familiar (no ambiente de trabalho), etc.;

  • localização de objetos e de pessoas desaparecidas;

  • identificação de assassinos;

  • escolha da alimentação mais adequada segundo o temperamento da pessoa;

  • escolha do melhor local para a fixação de uma residência, templo, comércio, etc.;

  • identificação de defeitos em carros, aparelhos eletrodomésticos, etc.;

  • pesquisa sobre a afinidade (afetiva, intelectual, etc.) entre um grupo de pessoas (para, por exemplo, escolher um sócio para um empreendimento);

  • escolha de terreno e época mais adequada para o plantio de sementes;

  • escolha do melhor local para pastos, celeiros, estrebarias, currais, etc.;

  • escolha de objetos para decoração de casas, lojas, escritórios, etc., de tal forma que as energias por eles irradiadas sejam apropriadas para o local.

  • localizar minas terrestres (para aqueles mais corajosos…); felizmente os radioestesistas dizem que esta localização pode ser feita à distância.


Os instrumentos

Apesar de alguns radioestesistas afirmarem sentir diretamente as radiações, a maioria deles utiliza ferramentas que ajudam a focalizar esta energia. As mais comuns são as seguintes:


Pêndulos: qualquer objeto simétrico preso a um fio. Geralmente, são feitos de madeira, cristal ou metal;


Varinha ou forquilha: é a ferramenta mais comumente associada à radioestesia e consiste de uma haste em Y de madeira ou metais, sendo geralmente utilizada para a prospecção de água e metais:

Dual-rod: são duas varinhas apoiadas em um suporte, por onde o radioestesista as segura de forma a permitir sua livre rotação. Também conhecida como varinha em L, devido sua forma:
Para os radioestesistas profissionais, que exigem uma qualidade superior em seus instrumentos, existem versões mais sofisticadas, como, por exemplo, o Aurameter, anunciado como um dos mais sensíveis instrumentos do mundo.


A teoria, segundo os radioestesistas:

Como é comum entre os pseudocientistas, parte dos radioestesistas não tenta oferecer uma explicação sobre como este fenômeno funciona, dizendo que o seu mecanismo ainda não foi desvendado.

Dentre aqueles que oferecem uma explicação, esta geralmente consiste em interações entre os campos de energia e os músculos do corpo. Em outras palavras, os campos de energia causam pequenas contrações musculares, que são amplificadas pelas ferramentas de radioestesia. Como estas ferramentas apenas amplificam as vibrações captadas pelo operador, não importa de que material são feitas.

Como não poderia deixar de ser, em função da variedade de objetos e formações que podem ser localizadas pela radioestesia, vários tipos de campos energéticos foram sugeridos como possíveis candidatos para explicar os fenômenos radioestésicos, entre eles: gravitacional,eletromagnético, radioativo, sísmico (o campo de tensões próximo a fraturas, fissuras e falhas), geotérmico ou geoquímico. A forma como a energia destes campos é captada pelo nosso sistema neuro-muscular, entretanto, não é detalhada.

Por outro lado a associação Dowsers Canada oferece uma explicação alternativa: a intuição. A técnica de radioestesia é então chamada de IT (Intuition Technology), ou tecnologia da intuição, provavelmente um trocadilho com o termo tecnologia da informação, muito empregado atualmente. De acordo com a Dowsers Canada, os seres humanos funcionam como um receptor de rádio, que pode ser sintonizado a uma chamada “Força para o Bem”. Na radioestesia, então o praticante treina seu sistema muscular para funcionar como uma conexão entre a parte intuitiva de sua “equipe mente-cérebro” e uma ferramenta que indica a natureza da mensagem (como um amplificador ligado a um alto-falante). Como nossa “equipe mente-cérebro” é bastante poderosa, nós poderíamos programar os sinais resultantes. Por exemplo a “Força para o Bem” aparentemente usa um movimento circular no sentido horário (para um pêndulo) para sinalizar uma resposta positiva e um movimento anti-horário para uma resposta negativa. Através deste site, você pode comprar livros que detalham melhor a técnica, de autoria de John Living, indicado como um dos maiores especialistas mundiais no assunto.

Outro texto de John Living, disponível na Internet, ensina especificamente como localizar minas terrestres através da radioestesia. Neste caso, por se tratar de uma atividade perigosa, a correta atitude mental é bastante enfatizada. Assim, John Living diz “A intenção por trás de suas ações é crítica. Se sua intenção é ganhar dinheiro ou ser capaz de arar a terra de sua fazenda, então você está em busca de ganho pessoal, e, historicamente, Deus e os Anjos Guardiães não são a favor de que seus poderes sejam usados para ajudar objetivos egoístas.” Antes de proceder, você deve perguntar a seu pêndulo se é seguro prosseguir, já que “seu Anjo Guardião pode saber que hoje pode ser um dia ruim… Você seria muito tolo de não seguir este conselho!” Mais para a frente, John Living ensina que, como diz um antigo ditado, similar atrai similar (?!) e portanto uma vantagem extra pode ser conseguida utilizando-se uma mina desarmada como o peso de seu pêndulo, de preferência com algum explosivo ainda em seu interior. As instruções do site são bastante detalhadas, chegando a ponto de frisar que a indicação de que uma mina foi encontrada deve ser feita quando “o pêndulo estiver sobre o item, e não quando VOCÊ estiver sobre o item – se fosse uma mina e você esperasse até estar sobre ela, ela teria explodido!”

Vários sites na Internet oferecem informações para aqueles que queiram se iniciar na radioestesia. Alguns pontos de partida são a American Society of Dowsers e a British Society of Dowsers

O que dizem os céticos:

 A explicação dada pelos céticos para os fenômenos da radioestesia baseam-se no chamado efeito ideomotor, isto é, a “influência da sugestão na modificação e direcionamento do movimento muscular, independente de volição [vontade consciente]”, identificado pelo psicólogo e fisiologista William B. Carpenter em 1852. Carpenter mostrou que vários fenômenos sobrenaturais possuíam uma prosaica explicação científica. Ele não negou a existência do fenômeno, nem a honestidade das pessoas envolvidas, mas apresentou uma explicação não paranormal para fenômenos como radioestesia, pêndulos e tábuas Ouija (mesa onde se pratica a “brincadeira” ou “jogo” do copo): minúsculos movimentos musculares inconscientes, produzidos por sugestão, eram responsáveis pelo movimento dos objetos envolvidos.

Apesar deste fenômeno ser conhecido e descrito ao longo de um século e meio, muitas pessoas, inclusive cientistas, o desconhecem. Apesar de ser o próprio operador que move as varinhas, pêndulos, etc, ele próprio não está consciente e atribui o fato a forças externas, radiações ou outras emanações. É interessante notar que mesmo estando consciente do efeito ideomotor, as pessoas ainda experimentam suas conseqüências, tendo em vista que ele é independente de vontade consciente

Read Full Post »

OFERENDA PARA O CIGANO PABLO

ELEMENTOS USADOS:

1 toalha pequena de algodão para forrar o chão (branca ou vermelha)
1 charuto de boa qualidade em 1 um cinzeiro de vidro ou metal
1 taça de conhaque (vidro, cristal ou estanho)
1 taça de água mineral (vidro, cristal ou estanho)
7 velas azul escuro acesas em suportes para velas de vidro ou metal.
3 cachos de uvas moscatel regados com um pouco conhaque
3 cravos vermelhos, colocados ao lado das uvas
7 moedas (lavadas em sabão e depois com água e sal)

Arrume sua toalha e coloque todos os elementos acima, deixando para acender as velas por último.

Após terminar de queimar as velas, recolher todos os objetos e guardá-los oara uma outra oferenda.
Deixe as frutas e os cravos, despeje a água nos cravos e o conhaque nas uvas.

Local de entrega: Campos
Hora: até as 21:00
Pedidos: negócios, viagens

Read Full Post »